RESGATE
A seção Resgate vem trazer, mensalmente, alguns autores e textos que contribuíram para que Tanto construisse uma imagem de revista literária com qualidade, contando cada dia mais com a confiança e o entusiasmo de milhares de leitores por todo o Brasil. Elza Beatriz foi uma importante voz da poesia em Minas. Publicou diversos livros, dentre eles Tempo Suspenso, IOMG, 1973, Fio Terra, Livraria São José, 1975, Silêncio Armado, Editora Comunicação, 1978, e Líquido e Certo, Editora Vigília 1983. Elza Beatriz faleceu em 1995.

Sobre a poesia de Elza Beatriz: 

"Poesia de fonte, à margem de
sofisticações e meros jogos verbais"

Carlos Drummond de Andrade

 "Fluente, coloquial e aparentemente
simples, o discurso lírico de Elza Beatriz
significa as propriedades mais complexas
da prospecção do real"
Fabio Lucas   

 "Poesia que tem sangue. Palpita. Vive". 
Lygia Fagundes Telles

"Leveza, riqueza de signos, aromas
femininos e paixão,  são alguns dos
ingredientes que transbordam

deliciosamente  na poesia de Elza Beatriz."
Luiz Edmundo Alves

DE PAPEL PASSADO

MEDIDA 
    

PONTO DE MULHER     

FÊNIX     

POLÍTICA  

destaques