Tanto  
MÁRIO DE ANDRADE
 quadros de Celso Renato - acrílica sobre madeira
Uso palavras em liberdade. Sinto que o meu copo  
é grande demais para mim, e inda bebo no copo   
dos outros.  
Sei construir teorias engenhosas. Quer ver ?  
A poética está muito mais atrasada que a música.  
Esta abandonou, talvez no século 8, o regime da melodia quando muito oitavada, para enriquecer-se   
com os infinitos recursos da harmonia. A poética,  
com rara exceção até meados do século 19 francês,  
foi essencialmente melódica. Chamo de verso melódico o mesmo que melodia musical:  
arabesco horizontal de vozes (sons) consecutivas,  
contendo pensamento inteligível.  

Mário de Andrade

 
Minas Gerais de assombros e anedotas...
Os mineiros pintam diáriamente o céu de azul
Com os pincéis das macaúbas folhudas.
Olhe a cascata lá !
Súbita bombarda.
Talvez  folha de arbusto,
ninho de teneném que cai pesado,
talvez o trem, talvez ninguém...
As águas se assustaram
e o estouro dos rios começou.
 Mário de Andrade 
 
Poesia