Veja mais fotos
VALDIMIR DINIZ
(1947-1986)

LEIA A BIOGRAFIA  DE VALDIMIR E VEJA MAIS FOTOS

CLIQUE AQUI E LEIA
UM  COMOVENTE ARTIGO
DO  BARMAN
VANDERLEI ANDRADE

pesquisa e seleção de textos:
LUIZ EDMUNDO ALVES

  Tendo publicado em vida apenas dois livros: POESIA AOS SÁBADOS e ATÉ O 8º ROUND, Valdimir Diniz é um poeta -maior. Deixou-nos uma obra marcadamente original, de grande valor literário. Sua poesia é comunicativa, cheia de imagens e fatos auto-biográficos. Uma poesia deliciosamente moderna, espelhando, com bom humor e muito talento, os inconformismos e inquietudes de uma geração.
  A linguagem é rica, precisa na colocação das palavras e de eventuais rimas, sem subjetivismos vazios e auto-repetições tão fáceis de se encontrar na poesia brasileira contemporânea. O que vemos são versos bem construídos, de feitio milimétrico, sem contudo perder em espontaneidade. Os motivos são inúmeros: amores esquecidos, poesia, viagens, política e drama pessoais.
   Mas a linguagem continua sendo sempre um instrumento para o poeta exercer sua arte. Arte poética, de interrogar, narrar, recordar, fazer ver.
Fazer-se sentir. Sentir-se. Arte poética da melhor qualidade, sem mistura, para, mais que lida, ser degustada. Bom proveito.